segunda-feira, 23 de abril de 2012

Economia Verde

“Economia verde” tem sido assunto centro de debates nos últimos tempos.

O conceito de economia verde tem se ampliado porque dá uma resposta às múltiplas crises que o mundo vem encarando nos últimos anos – o clima, alimentação e crises econômicas. A proposta precisa levar em conta a erradicação da pobreza, os limites do planeta, o risco e a vulnerabilidade de um crescimento populacional que deve atingir 9 bilhões de habitantes até 2050.

Parece um pouco com o velho conceito de desenvolvimento sustentável que conhecemos, mas no caso da economia se difere porque envolve muito mais riscos e desafios. É uma mudança de paradigma dos atuais padrões de produção e consumo.

A construção civil é um dos caminhos com papel preponderante nesse processo. Precisamos ter um projeto de desenvolvimento de economia sustentável para a construção civil. Economia Verde na construção é eficiência no uso de recursos.

De acordo com um estudo da Global Industry Analysts, Inc sobre o consumo de materiais de construção sustentáveis, em 2015 o mercado de materiais para construção verde deve movimentar US$ 406 bilhões.

As práticas verdes estão crescendo, bem como a pressão para se minimizar o consumo de energia e conter as emissões de CO2, o que impulsiona o uso de produtos ecologicamente corretos na construção de edifícios comerciais e residenciais.

A economia verde na construção visa gerar menor impacto ambiental priorizando a economia de água e energia, coleta seletiva, acesso para deficientes, o gerenciamento de reuso, reciclagem e contenção da água entre outras.

Mas o foco não está apenas no desenvolvimento e disseminação das tecnologias, mas no edifício como um todo, incluindo seus ocupantes. Tudo começa com a valorização da etapa de projeto dentro da construção civil. Os projetos devem ser mais “inteligentes” e contemplar todos os aspectos do impacto ambiental, como os materiais, o conforto dos usuários e o melhor aproveitamento dos recursos naturais, como luz e ventilação.

Fonte: Brasil Economico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoraria saber sua opinião a respeito.
Seu comentário será muito apreciado.

2leep.com