segunda-feira, 26 de março de 2012

Fossa Verde

Repasso uma notícia da Universidade Federal do Ceará (UFC) divulgada também no Jornal Nacional.
No sertão do Ceará, a água do esgoto está sendo tratada e reaproveitada para o cultivo de alimentos sem risco pra saúde das pessoas.

É fruto de uma parceira entre Incra e Universidade Federal do Ceará (UFC) que promete ser um marco nas políticas públicas nos assentamentos da reforma agrária. Está sendo concluída a pesquisa "Fossas Verdes", que reutiliza água de esgoto sem prejudicar a natureza.

Pode ser no meio da aridez do sertão. Se tem água, a terra produz. "Contanto que você zele, cultive, ela vinga bem”, garante um morador.

A água que garante a produção de frutas e legumes em uma comunidade rural do Ceará vem do esgoto. Antes, era despejada a céu aberto ou depositada em fossas comuns, valas que costumam ser abertas no quintal de casa. Elas têm as laterais revestidas com tijolos. No fundo, o esgoto entra em contato direto com a terra e acaba se infiltrando no solo.

No novo sistema, chamado "fossa verde", as valas são de alvenaria e impermeabilizadas. Com isso, impedem o contato dos dejetos com o solo e são cobertas com terra, que absorve os nutrientes da parte líquida do esgoto.

Uma canaleta é instalada ligando o banheiro da casa ao meio externo, onde está localizada a "Fossa Verde", uma caixa impermeável submersa. Lá dentro, os dejetos ficam retidos em uma estrutura piramidal e a água é drenada por tijolos furados, passando por um processo de tratamento, e serve para a reutilização, inclusive para irrigar culturas como banana, mamão e tomate.

"Essa água dos banheiros não vai contaminar o lençol freático. Tem uma repercussão na diminuição de diarreia, de hepatites e doenças que estão ligadas à contaminação pela água", avalia Ana Ecilda Lima, orientadora do Incra.

Além de evitar que o esgoto seja despejado no meio ambiente, a fossa, que recebe água o tempo todo, tem servido como um canteiro de cultivo para as famílias. Elas passaram a ter, no quintal de casa, árvores frutíferas que produzem o ano inteiro.

O custo para instalar uma "Fossa Verde" é, em média, R$ 500,00. O valor garante a operacionalização por famílias geralmente de baixo poder aquisitivo. O baixo custo é mais um item a favor do projeto.

Os produtos que brotam na “fossa verde” foram analisados pela Universidade Federal do Ceará e não apresentaram contaminação pelo esgoto. "É que é uma tecnologia segura do ponto de vista alimentar, de contaminação via alimento", destaca o engenheiro agrícola José Carlos de Araújo.

De acordo com o IBGE, menos de 20% das casas em áreas rurais no Brasil têm saneamento. No sertão do Ceará o índice é ainda menor: 7%. As fossas, desenvolvidas em parceria com as universidades federal e estadual do ceará, custam, no máximo, R$ 450 e já beneficiaram quase 600 famílias. "Você pode plantar bananeira, abacaxi, melão, tomate, pimentão", diz um morador.

A instalação das fossas é financiada pelo CNPQ. Os pesquisadores estimam que, a cada quatro anos, seja necessário remover a terra das fossas verdes para retirar a parte sólida do esgoto que estiver acumulada.

Saiba mais sobre Bacia de Evapotranspiração, conhecida popularmente como “fossa de bananeiras" ou "fossa verde" acessando aqui.

8 comentários:

  1. essa tecnologia deveria ser implantada em todo territorio nacional, assim melhorariamos a saúde no Brasil

    ResponderExcluir
  2. Adorei a ideia!
    Tenho um sitio e gostaria de ter mais informações detalhadas de como fazer a fossa.
    Obrigada!
    Paula Cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voce pode seguir os links que passei na matéria. Te dará mais informações sobre o assunto.

      Excluir
  3. ôla, eu tenho uma pergunta, na época das chuvas, a água q cai não tem perigo de encher a fossa?

    ResponderExcluir
  4. Se vc acessar o link indicado na fonte da matéria verá que tudo isso foi planejado. Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Aqui na comunidade ao lado do Residencial dos artesãos a Associação Comunitária de Artsãos A.C.A. estamos iniciando as construções dessas fossas ,orientando bem os moradores que não mantinham contato com esse serviço de fossa ,usavam era esgôto ao céu aberto. Esperamos está contribuindo com anossa natureza e bem estar dos moradores. Esperamos também o apoio dos órgãos competentes da nossa prefeitura do Crato para continuarmos trabalhando em conjunto para obem do Crato.Agradecemos ao nosso prefeito que apoiou os ocupadores da área estando em processo de doação à mesma e estaremos aqui esperando as vossas visitas. Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Sim Matheus. O site disponibiliza: http://www.setelombas.com.br/2010/10/bacia-de-evapotranspiracao-bet/

      Excluir

Adoraria saber sua opinião a respeito.
Seu comentário será muito apreciado.

2leep.com