segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Menos é Mais

A frase “Less is More” tem estado muito presente nos projetos de arquitetura ultimamente. A expressão foi adotada pelo mestre Mies van der Rohe no século XX como um preceito do desenho minimalista, seguido posteriormente por outros grandes arquitetos da atualidade, como Richard Meiers por exemplo.

O conceito minimalista nascido no período pós-Segunda Guerra Mundial é o espelho das dificuldades vividas na época, em que muitas pessoas perderam tudo ou quase tudo e tiveram que aprender a viver com menos.

Na arquitetura a tática de arranjar os componentes necessários ao edifício de maneira a dar a impressão de uma extrema simplicidade, onde cada elemento e detalhe pode ter múltiplas funções. Os ambientes começaram a conter apenas o essencial, aliando a estética à funcionalidade, sendo que a segunda é mais importante do que a primeira.

Não é uma apenas questão de moda, de tendência, ou apenas uma tentativa do arquiteto para convencer o cliente que o vazio no projeto é “tendência”.

Quem aprecia o conceito do minimalismo, aprecia ambientes simples, versáteis, um estilo sem excessos, geralmente com poucas cores (castanho, azul, verde…) ou usando cores neutras (branco, preto, cinzas, nude) criando espaços vazios que permitem a difusão da luz natural e a livre percepção. Quanto mais claro melhor, porque permite jogos de luz que engrandecem o espaço. A primeira regra de ouro do estilo minimalista é a organização: tudo tem de ter o seu lugar e quando não estiver sendo utilizado, deve estar guardado, de preferência longe da vista.

Alem disso, o conceito tem tudo a ver com sustentabilidade do momento que a conseqüência é consumirmos menos e evitarmos o desperdício. Não precisamos colocar na mochila o mínimo de que precisamos e sair pelo mundo, mas podemos simplificar a vida e a forma de morar e de viver. Afinal, não precisamos de tudo que pensamos que precisamos.


Imagens do Pavilhão da Feira Internacional de Barcelona - 1929
Mies van de Rohe

Poltrona Barcelona - Mies van der Rohe
Mais exemplos com carater minimalista da arquitetura contemporânea:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoraria saber sua opinião a respeito.
Seu comentário será muito apreciado.

2leep.com