quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Jardim sobre piso elevado



Camadas do sistema construtivo
 Resultado de uma parceria entre o arquiteto paisagista Benedito Abbud e a empresa Remaster Tecnologia, o Tec Garden é um sistema de piso elevado para ser aplicado diretamente sobre laje para implantação de jardins.

A empresa já reconhecida no desenvolvimento de pisos elevados tem uma grande preocupação com o ambientalmente correto. Além de produzir placas de piso elevado a partir do polipropileno 100% reciclável e reciclado, fomenta o trabalho das cooperativas de reciclagem e anualmente reutiliza mais de 950 T de polipropileno que seriam destinadas a lixões e aterros.

Solução ideal para execução de jardins sobre laje em empreendimentos corporativos, escritórios ou residenciais o Tec Garden permite a reserva das águas das chuvas sem utilização de energia elétrica, bombas ou bicos irrigantes. Deve ser instalado sobre uma área de laje impermeabilizada, preferencialmente com manta asfáltica, dispensando a aplicação de massa para regularização dos caimentos e o uso de ralos aparentes.

O sistema é composto por pedestais, tubos de irrigação e placas de piso elevado fabricadas em polipropileno termoplástico. A irrigação funciona de maneira semelhante ao que acontece na natureza. As águas da chuva penetram no solo, são filtradas pela terra e ficam armazenadas no vão criado entre a laje e as placas de piso. Quando a chuva é muito intensa, um sistema de extravasamento drena o excesso. Quando a chuva para, a água do solo evapora ou é consumida pelas plantas.

Ricardo Paschoal, engenheiro da Remaster, conta que o custo aproximado desse tipo de solução é de R$ 250/m² (sem frete). O valor não inclui o substrato, que varia de acordo com o projeto paisagístico, a vegetação e a região onde é executado o jardim. A instalação é bastante simples e rápida, como mostramos no filme a seguir. Se as condições locais forem favoráveis é possível instalar cerca de 100 m² de piso por dia.

De acordo com o fabricante, o Tec Garden é um sistema que traz conforto térmico para o prédio, economiza água do condomínio por meio da autoirrigação, prolonga a durabilidade da impermeabilização da laje que suporta o jardim e, em um plano maior, minimiza os efeitos nocivos das enchentes.

Fonte: PiniWeb, Remaster





Um comentário:

  1. o preço do metro quadrado é realmente indecente. este vem sendo o grande desafio de todas as soluções "eco", inviáveis economicamente! pelo menos para os "mortais"...

    ResponderExcluir

Adoraria saber sua opinião a respeito.
Seu comentário será muito apreciado.

2leep.com